quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Russia e Europa: uma parte do todo



A Rússia e a Europa: uma parte do todo por José Milhazes

Um livro que destoa, pela negativa, de toda uma coleção, os livros da Fundação Francisco Manuel dos Santos, de obras sérias e de qualidade indiscutível. A análise é substituída pela opinião, o conhecimento pela banalidade, o rigor pela propaganda, numa amálgama que nos deixa boquiabertos com a desfaçatez do autor.

Nada se aprende sobre a história da Rússia e como ela influência o seu presente, nada se compreende da sua posição geopolítica, nada se conclui da panóplia de povos e culturas que a federação inclui, nada se questiona sobre a estratégia e os objetivos da política externa desta enorme nação euro-asiática, que se encontra na encruzilhada entre a Europa e o extremo oriente, com fronteiras tão diversas como a Polónia, e a Finlândia, mas também com os Estados Unidos, com a China, com o Japão.

Sem avançar com qualquer argumento histórico, cultural ou geográfico Milhazes insiste que a Rússia é europeia e que deve submeter-se ao Ocidente e integrar-se na União Europeia. E vai mais longe advoga que a União Europeia deve promover um golpe de Estado naquele país de forma a colocar no poder atores políticos seus aliados – “e possa ocorrer um golpe palaciano com vista a mudar a política do país. Este processo talvez pudesse ser acelerado se a EU revelasse mais eficácia”!

Inacreditável como pode este texto ser incluído na coleção FFMS. Mau de mais.

3 comentários:

  1. A julgar pelo que escreve sobre o meu livro, penso que não o leu ou então leu-o com pouca atenção. O único exemplo que dá não passa de uma deturpação do que escrevi. Onde está escrito que a União Europeia deve promover um golpe de Estado na Rússia? Cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que não leu/reviu o livro que escreveu, nem leu o meu comentário. Cito no comentário exactamente o que escreve sobre um golpe palaciano na Rússia.

      Eliminar